Na tarde de 27 de setembro deste ano, realizou-se no Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA), a cerimônia alusiva ao Dia Internacional do Marítimo. Neste ano, ela foi presidida pelo Ex. Sr. Alte Paulo Cezar de Quadros Küster, Diretor Geral de Navegação, e contou com a presença do Ex. Sr. VA Wilson Pereira de Lima Filho, Diretor de Portos e Costas, além de autoridades civis e militares.

Grupamento Escolar da EFOMM chegando ao local da cerimônia. (Foto: Al. Thaís Câmara/ Jornal Pelicano)

A cerimônia se iniciou com a chegada do grupamento escolar, composto por alunos da Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante (EFOMM), advindos da Alameda Alegrete, entoando a plenos pulmões o hino da Marinha Mercante (MM) brasileira.

 

Marinha mercante
sempre presente está
Nossa frota jamais faltará!

 

Após o canto do hino nacional Brasileiro, foi lida pelo CLC José Menezes Filho, Vice Presidente do Centro de Capitães da Marinha Mercante, a mensagem do Secretário-Geral da Organização Marítima Internacional (IMO), Sr. Kitack Lim, com o tema: Conectando navios, portos e pessoas.

Em sua explanação, Kitack Lim, falou sobre a importância das 17 metas de desenvolvimento sustentável da IMO, da conexão entre portos e navios, para um sistema de transporte marítimo seguro e eficiente. Além da necessidade da indústria marítima continuar contribuindo para a economia global, sem prejudicar o meio ambiente.

CLC Menezes fazendo a leitura da mensagem do secretário-geral IMO. (Foto: Al. Thaís Câmara/ Jornal Pelicano)

Posteriormente foi lida a ordem do dia pelo Almirante Lima Filho, na qual ele ressaltou a importância dos integrantes da Marinha Mercante brasileira, que diuturnamente contribuem para o desenvolvimento do Brasil. Ademais alertou a todos que navegam pelas águas jurisdicionais brasileiras, a respeitarem as normas da Autoridade Marítima, a fim de que tenhamos nossas águas limpas e seguras para a navegação.

 

Não esqueçamos jamais que o mar é essencial para o Brasil.

 

Condecoração de Comodoro da Marinha Mercante

Nesta mesma solenidade, o CLC Antônio Mário Conor de Oliveira, foi reconhecido pelos serviços prestados a Marinha Mercante e condecorado Comodoro da Marinha Mercante, pelo Diretor Geral de Navegação.

Comodoro Conor após a cerimônia. (Foto: Al. Thaís Câmara/ Jornal Pelicano)

Natural de Belém – PA, ingressou sua carreira em 1978, estudando no Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (CIABA), chegou a Capitão de Cabotagem (CCB), através de cursos de especialização e em 1997 alcançou o posto de Capitão de Longo Curso. O novo Comodoro tem 22 anos, 6 meses e 11 dias de mar, em 2016 fez o curso de  Política  e Estratégia Marítima, na Escola de Guerra Naval (EGN), passou pelos navios VLCC Felipe Camarão, NT VLCC Barão de Mauá, NT Pedreiras e NT Celso Furtado, exercendo comando efetivo deste último desde dezembro de 2013.

Para ser Comodoro da Marinha Mercante brasileira, o marítimo deve seguir os seguintes requisitos:

  • Ter no mínimo 50 anos de idade;
  • Ter curso de estratégia marítima ou curso equivalente da Escola Superior de Guerra (ESG), ou pós graduação em atividade correlata;
  • Ser Capitão de Longo Curso a mais de 10 anos;
  • Não ter sido condenado em inquérito no Tribunal Marítimo;
  • Ter  ao menos 5 anos de comando no mar, incluindo tempo de comando como CCB, em navios com no mínimo 10.000 AB;
  • Ter certificado de competência em vigor;
  • Ser indicado pelo Centro de Capitães.

 

Homenagem à Visconde de Mauá

Por fim se dirigiram ao busto de Visconde de Mauá o Diretor Geral de Navegação, os  senhores Álvaro José de Almeida Júnior, Presidente do Centro de Capitães, Rogério Fernandes Figueiró, Diretor de Transporte Marítimo da Transpetro, Bruno Bastos Lima Rocha e Severino Almeida Filho, a fim de assumirem a posição floral, em homenagem ao patrono da Marinha Mercante do Brasil.

Diretor Geral de Navegação e autoridades civis, durante a posição floral, ante ao busto de Mauá. (Foto: Al. Thaís Câmara/ Jornal Pelicano)

Visconde de Mauá

Nascido em 28 de dezembro de 1813, Irineu Evangelista de Souza comandou empreendimentos no setor de logística de transportes, fundou uma Cia de Navegação, foi responsável pela primeira ferrovia do Brasil e foi pioneiro da construção naval brasileira.

Confira as fotos do evento abaixo:
Dia Internacional do Marítimo 2017

COMPARTILHAR
Fabricio
Aluno do 2º ano de Náutica da EFOMM, Coordenador-Geral do Jornal Pelicano e Vice-Presidente do Grêmio de Relações Internacionais.