Na manhã do dia 04 de julho, 168 alunos da Escola de Formação de Oficias da Marinha Mercante (EFOMM), embarcaram no Navio de Desembarque de Carros de Combate (NDCC) Garcia D´Ávila (G-29), a fim de realizarem pelo período de 10 dias adestramentos práticos, inerentes a carreira de Oficiais de náutica e máquinas.

Início da Viagem

O dia iniciou-se cedo para os futuros vapozeiros, sendo visível em suas faces apreensão e alegria, uma vez que para muitos, esta seria a primeira oportunidade de singrar o mar imenso e fascinante, e o contato inicial com a efetiva rotina marinheira. Além disso, alunos do 3º e 2º ano, poderiam executar fainas que antes eram somente conhecidas teoricamente nos bancos escolares. E os primeiranistas teriam chance de conhecer com mais profundidade, as atribuições dos oficiais de convés e das máquinas, a fim de auxiliá-los na escolha de seus cursos, ao final do primeiro ano.

Alunos do 3º ano no passadiço, durante manobra. (Foto: Al. Ricardo Jesus/ Jornal Pelicano)

Desatracação

Após o embarque da comitiva mercante a bordo do “Tubarão da Esquadra”, os alunos foram divididos em 3 grupos, a fim de que acompanhassem a faina de desatracação do navio, do Complexo Naval de Mocanguê, desta maneira cada grupo teve a oportunidade de observar a manobra por ângulos distintos. E com os alunos distribuídos entre proa, tijupá e popa, o navio suspendeu auxiliado por dois rebocadores, que contribuíram para a execução perfeita, da perigosa manobra, que exige atenção redobrada da equipe de passadiço.

Alunos da EFOMM em adestramento no convés principal do navio (Foto: Al. Ricardo Jesus/ Jornal Pelicano)

Primeiros contatos

Terminada a desatracação, a embarcação ajustou seu rumo para as proximidades de Arraial do Cabo, com o intuito de contribuir para o adestramento dos militares da marinha que estão cursando o CAAVO. E nesta primeira etapa os alunos começaram a sua familiarização com o mar, sentido o balanço e o caturro, movimentos do grau de liberdade de um navio, os quais eram apenas conhecidos teoricamente. Também observaram e reconheceram boias de balizamento, as quais ajudam aos navegantes saírem com segurança de canais, e pontos de referência, que servem para determinação da posição do navio, uma vez que é necessário conhece-la com precisão, devido às restrições de profundidade existentes em canais.

Exercícios do CAAVO

Nas imediações de Maricá, pode-se observar uma das mais perigosas fainas realizadas pela Marinha do Brasil (MB): O pouso de Aeronaves no convés de voo com navio em movimento. Ação que demanda sincronia em entre o passadiço, praça de máquinas e equipe de operações aéreas. Com isso foram observados diversos pousos e decolagens, dos mais variados modelos de aeronaves da MB, que se estenderam do período da manhã até o meio da tarde.

NDCC Garcia D´Ávila navegando rumo a São Sebastião. (Foto: Al. Ricardo Jesus/ Jornal Pelicano)

Singrando para São Sebastião

Encerrado os exercícios do CAAVO, a embarcação teve seu rumo alterado para o seu local de destino: São Sebastião. Em pernada tranquila, navegada em mar de almirante, os alunos foram novamente divididos, mas desta vez em 5 divisões, com a finalidade de proporcionar aos alunos um maior contato com a profissão do mar. Desta forma os alunos de náutica assistiram aos trabalhos realizados no passadiço, durante o período noturno, além de utilizarem os equipamentos de navegação, supervisionados pelos militares do Garcia. Concomitantemente os alunos maquinistas tiveram a mesma oportunidade, porém na praça de máquinas, onde vivenciaram as atividades feitas em conjunto com o passadiço, funcionamento de equipamentos e reparos. Tendo sido esta, a última atividade do primeiro dia de viagem.

NDCC Garcia D´Ávila em operação (Foto: Marinha do Brasil)

NDCC Garcia D´Ávila (G-29)

Características:

Deslocamento de 8.751 toneladas;

Boca de 19,5 metros;

Calado 4,5 metros;

Comprimento de 140,5 metros;

Velocidade de Cruzeiro de 14 nós;

Raio de Ação: 13.000 milhas a 14 nós;

Tripulação de 150 homens;

Capacidade de Transporte de Tropas: 460 militares.

Clique na foto abaixo e confira as fotos do dia:

Diário de Bordo - Mercantex

COMPARTILHAR
Fabricio
Aluno do 2º ano de Náutica da EFOMM, Coordenador-Geral do Jornal Pelicano e Vice-Presidente do Grêmio de Relações Internacionais.