Xadrez é um dos poucos esportes que perdura por séculos e permanece atraindo competidores e adeptos a modalidade. Isso pôde ser notado nos emocionantes confrontos realizados na MercaEx, que contou com a participação da EFOMM, do Colégio Naval (CN) e da Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx).

Regras da competição

O torneio de xadrez foi disputado pelo formato suíço direcionado de competição, no qual os jogadores enfrentariam a cada rodada adversários de pontuação semelhante, desde que não houvesse conflito de confrontos e que fosse evitado jogos entre competidores da mesma Escola. O torneio foi composto de sete rodadas, cada uma com o limite de 20 minutos para cada jogador. Vitórias, somavam-se 1 ponto; empates, 0,5 ponto; derrotas, 0 ponto. A equipe que somasse mais pontos, vencia o torneio por equipes. O jogador que somasse mais pontos, vencia o torneio individual.

Antes do campeonato ter início, foi feito feito um briefing pelo CLC Francisco, árbitro da Federação Internacional de Xadrez. Nessa reunião, os jogadores foram alertados de regras específicas e de qual seria a postura caso alguma infração a regra fosse cometida. Assim, os jogadores puderam esclarecer algumas dúvidas sobre o formato de disputa e possibilidade de punições.

WF_MG_3939RJ

A disputa

No primeiro dia de disputa, a EFOMM já demonstrava que estava muito bem treinada e preparada. Os jogadores mercantes conseguiram uma vantagem inicial de três pontos em relação a EsPCEx, segunda colocada até então (13x10x5). Foram muitos jogos em alto nível, com todos competidores em intenso nível de concentração. Algumas partidas acabaram de forma mais rápida, enquanto outras foram mais equilibradas e precisaram de mais tempo de raciocínio dos alunos, até mesmo esgotando o relógio certas vezes.

No segundo dia, a EFOMM confirmou o favoritismo e se consagrou campeã de Xadrez no MercaEx. O resultado final foi de 18 pontos para a Marinha Mercante, contra 16 pontos dos alunos do Exército e 8 pontos dos navais. Na disputa individual, os alunos Chagas e Thales Lucas, ambos da EFOMM, empataram na liderança com 6 pontos. Como critério de desempate, foi disputado entre eles uma partida de 5 minutos para cada. Ao término de um excepcional confronto, o Al. Thales Lucas consagrou-se campeão individual de Xadrez. O Al. Meireles da EsPCEx ficou com o terceiro lugar, completando o pódio.

Placar final da competição. (Foto: Al. Wagner / Jornal Pelicano)
Placar final da competição. (Foto: Al. Wagner / Jornal Pelicano)

Com o bom resultado, a equipe mercante ficou feliz e com a sensação de dever cumprido na modalidade. A torcida aplaudiu muito os atletas durante a premiação, demonstrando o quanto o desempenho dos esforçados atletas agradou durante a competição em Campinas.

Clique na imagem abaixo para ver todas as fotos do Xadrez e todos os momentos da MercaEx:

WF_MG_3945RJ
(Al. Colares / Jornal Pelicano)
COMPARTILHAR
Thiago Ninck
Comandante-Aluno (Curso de Náutica), Atleta da Equipe de Xadrez e Repórter do Jornal Pelicano