Mais um fim de ano se aproxima e, neste Natal, algo será diferente. Certamente, em alguma hora da sua noite, você vai olhar para o céu e refletir sobre tudo que fez ao longo do ano e talvez, até mesmo, com o que fez no Natal anterior. Mas o seu olhar, neste Natal de 2015, vislumbrará uma bela Lua Cheia; fenômeno ocorrido pela última vez em 1977 e com previsão de se repetir apenas em 2034.

Permitam-me fazer uma analogia com a lua, mais precisamente seu ciclo, a vida, a Marinha Mercante e o nosso Jornal Pelicano.

Assim como a lua, nossa vida é feita de ciclos: do instante em que nascemos (Lua nova), crescemos (quarto crescente), atingimos o ápice de nosso desenvolvimento (Lua cheia), e envelhecemos (quarto minguante). E como é efêmera a vida… todo ano repetimos: “como o ano passou rápido”, e de repente, lá se foram 5, 10, 15 anos…

O que realmente precisamos fazer é aproveitar (e bem) cada fase da nossa lua, sabendo viver cada momento, afinal, o que ficará conosco serão as boas histórias, os bons momentos (os maus também), mas haverá um dia em que iremos rir de tudo que fizemos e nos orgulhar de dizer para nossos filhos, netos ou bisnetos: Eu vivi!

Para os marinheiros, as fases da lua definem a maré: preamar ou baixa-mar, assim como a Marinha Mercante. Quer estejamos em alta ou em baixa, ela sempre se renova. Seu grande triunfo é ser gloriosa, pois o que a engrandece é o amor com que os homens que escolheram a profissão empenham no seu trabalho.

Claro que não somos cegos quanto às dificuldades enfrentadas ao longo desse ano. O país vem sofrendo com uma crise que assola todas as camadas da sociedade, inclusive a nossa Marinha Mercante. Mas, como foi dito, embora saibamos que o período é difícil, nos renovaremos e voltaremos a crescer. O importante é que não desistamos dos nossos sonhos, e que continuemos trabalhando e fazendo com amor aquilo que escolhemos para seguir.

No Jornal Pelicano, o ciclo se fecha a cada ano, e se renova, com novos presidentes, vice-presidentes, coordenadores, editores, repórteres (escritores e fotógrafos); e isso é muito positivo, pois mantém o Jornal vivo e atualizado. Mas uma coisa fica, desde 1963… A essência: o amor e a dedicação com que todos membros da Equipe têm em, voluntariamente, assumir o compromisso de trazer informações e notícias da Marinha Mercante e da EFOMM para o estimado público leitor. Obrigado por termos vocês conosco, interagindo, trazendo-nos novidades e sugestões para melhorarmos mais a cada dia.

Assim como, comumente, desejamos aos nossos colegas de profissão: “Bons ventos e mares tranquilos”, aproveitamos para desejar-lhes Boas Festas, com um Natal repleto de fraternidade, amor e união, como deve ser o espírito natalino e um próspero Ano Novo, no qual vocês possam renovar, mais uma vez, os ciclos das suas vidas.

Equipe Jornal Pelicano 2015 (Foto: PON Arthur Lemos / Jornal Pelicano)
Equipe Jornal Pelicano 2015 (Foto: PON Arthur Lemos / Jornal Pelicano)

Feliz natal e um próspero 2016!

 

COMPARTILHAR
Felipe Dias
Oficial-Aluno do 3º ano do curso de Náutica da EFOMM e Presidente do Jornal Pelicano. Sou extremamente grato pela oportunidade de liderar uma equipe motivada e que busca, da maneira mais profissional possível, transmitir a imagem do aluno da EFOMM e trazer conteúdos relativos ao universo mercante. Bem-vindos a bordo!